quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Vila Nova de Tazem: Rotunda Dr. Joaquim Borges

Era inevitável. Algum dia tinha que acontecer. “Arrotundaram” o Dr. Joaquim Borges, grande benemérito da minha terra, que mandou construir a Igreja e o Hospital.
A partir do quase triângulo inicial, fizeram a rotunda e ao preço que elas estão não gastaram menos de 100 mil. Mas é assim, quem não tem rotunda não vive e uma Vila sem rotunda é uma vila menor.
Como se esqueceram de fazer passadeiras de acesso ao monumento, agora não pode ser visitado, sem colocar a vida em risco.
Este lugar é o verdadeiro centro cívico da terra, que aos poucos vai sendo desvirtuado com intervenções sem sentido, e só para encher o olho.

Aqui também se situava a pedra da paciência, banco corrido, de pedra, onde nem todos tinham direito a sentar-se. Era aqui que tudo se passava e contava. Morreu há muito tempo.

2 comentários:

  1. Dr. Joaquim Borges e D. Cândida Borges, avós paternos de Joaquim Borges de Oliveira ( meu avó paterno) e bisavós de José A. Ferreira de Oliveira ( meu pai).

    ResponderEliminar
  2. Caro amigo
    Sabe dizer-me se há alguma obra escrita e à venda sobre o Dr. Joaquim Borges e D. Cândida?
    A Oliveira

    ResponderEliminar